Muitas pessoas podem precisar, em algum momento, fazer o tratamento odontológico com aparelhos dentários. Entretanto, podem surgir dúvidas quanto aos cuidados necessários ao utilizar a estrutura, fazendo com que o tratamento demore mais tempo para obter resultados.

Durante toda a vida é fundamental ter cuidados com a saúde bucal, principalmente em relação à higienização e aos alimentos consumidos no dia a dia que podem prejudicar os dentes e acarretar em doenças bucais.

Quando você está passando por procedimentos odontológicos, como a colocação de lente de contato dental ou uso de algum aparelho ortodôntico, esses cuidados devem ser redobrados e algumas adequações podem ser necessárias.

Neste artigo falaremos sobre os principais cuidados e quais são as recomendações mais importantes para que esse tipo de tratamento funcione da melhor maneira possível.

Higienização bucal

Processos de higienização bucal são fundamentais durante toda a vida. Afinal, a limpeza permite que os dentes e cavidade tenham mais qualidade e funcionem de forma efetiva, indo além da limpeza natural provocada pela salivação.

Além disso, algumas práticas de higienização são frequentemente recomendadas por dentistas, especialmente para quem está passando por tratamento odontológico e/ou fez a colocação do implante dentário, visto que outros pontos de atenção se fazem necessários.

Conheça algumas práticas importantes no uso do aparelho e na higienização:

  • Escovar ao menos três vezes ao dia;
  • Limpar os dentes após as refeições;
  • Utilizar o fio dental após a escovação;
  • Utilizar passador no uso de aparelho fixo;
  • Usar enxaguantes bucais;
  • Higienizar a estrutura do aparelho móvel;
  • Armazenar o aparelho móvel adequadamente.

Ao iniciar o tratamento com aparelhos odontológicos, que são instrumentos que ficam posicionados na boca, a chance de certos alimentos ficarem presos aos dentes aumentam, proporcionando o rápido acúmulo de bactérias nos dentes.

Do mesmo modo, se a estrutura móvel não for adequadamente higienizada e armazenada, também pode ocasionar na contaminação de vírus e bactérias do ambiente externo, prejudicando a saúde da mucosa e de todo o organismo.

Por isso, é fundamental redobrar a atenção quanto a esses procedimentos, garantindo que, ao utilizar o aparelho invisivel, por exemplo, você impedirá que as bactérias se proliferem.

Atente-se ao manusear o aparelho

Existem diferentes tipos de aparelhos ortodônticos, sendo que cada um possui um formato, material e modo de colocação funcionando de uma determinada maneira.

O aparelho fixo costuma ser o mais utilizado para tratamentos odontológicos, principalmente no começo do tratamento, devido suas características e amplitude de resolução.

O problema é que muitas pessoas ficam curiosas sobre esse aparelho e, enquanto eles estão na boca, ficam mexendo sem parar nos braquetes, que são as estruturas fixadas aos dentes.


Diferente de outros modelos de aparelhos, como o aparelho dental invisivel, que é um modelo que pode ser removido e não apresenta coloração, o fixo não pode ser retirado e tem uma aparência metálica. 

Assim, ao mexer e forçar a estrutura, apesar da alta resistência, pode impactar na qualidade e causar sérios problemas na estrutura dental e gengiva.

Por isso, é importante que você não fique mexendo no aparelho, deixando ele trabalhar sem atrapalhar esse percurso.

Já no caso da estrutura móvel, a movimentação também precisa ser feita com cuidado para não estragar o molde, bem como a mão precisa estar devidamente higienizada para não contaminar a cavidade.

Cuide bem do aparelho móvel

Como mencionado, no caso dos aparelhos móveis e invisíveis, que podem ser retirados, é importante ter os cuidados necessários ao removê-los, higienizá-los e guardá-los. Bem como é preciso ter disciplina para manter o uso e desenvolvimento do tratamento.

Normalmente, quando o dentista te entrega o aparelho, ele te dá também uma caixinha, justamente para que você guarde o aparelho de forma segura.

Por isso, utilize essa caixinha e também a mantenha higienizada. Assim, ao retirar o aparelho, é importante guardá-lo na caixa para que ele não suje ou quebre.

Cuide da sua alimentação

Como os alimentos podem se fixar na dentição e na estrutura do aparelho mais facilmente, além de favorecerem a ação de bactérias – principalmente no caso de açúcares e carboidratos -, atentar-se à alimentação se mostra ainda mais fundamental durante o tratamento.

A recomendação relacionada a alimentação também acontece em outros tipos de tratamentos odontológicos, como o clareamento dental, já que produtos com forte pigmentação podem prejudicar o procedimento.

O mesmo também ocorre no uso do aparelho, principalmente nas estruturas fixas, já que o pigmento pode se fixar nos braquetes e na parte exposta do dente, causando manchas.

Além disso, no uso de aparelhos, é importante evitar consumir alimentos que fiquem grudados com facilidade e sejam muito duros, como doces, maçã, amendoins e pipocas.

Faça o acompanhamento odontológico adequado

Para finalizar, é fundamental destacar a importância de ter um acompanhamento odontológico de qualidade. 

Isso porque a manutenção regular do aparelho é necessária para avaliar o desenvolvimento do tratamento e se houve algum comprometimento das raízes ou dentes.

Mais ainda, os profissionais também podem atuar em outras frentes que agregam na saúde e cuidados bucais, como ao esclarecer dúvidas e passar informações importantes sobre outros tratamentos que podem ser necessários ou de interesse, como sobre quanto custa um clareamento dental. 
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.