Durante este tempo de pandemia da Covid-19, o uso de máscaras se tornou extremamente necessário, isso porque elas impedem que o vírus entre no organismo por meio das duas principais cavidades, a oral e nasal.

Apesar disso, o uso recorrente deste item pode ser incômodo para alguns e traz diversas dúvidas em relação a outros impactos que pode trazer a saúde, bem como cuidados extras que podem ser necessários.

Em relação à pele, por exemplo, de acordo com a imprensa da inglaterra, o uso frequente deste acessório estimula o surgimento de acne no rosto, além de demandar atenção aos cuidados bucais conforme o tempo de uso.

Especialistas da área odontológica afirmam que o fato de manter a boca tampada por muito tempo pode causar diversos problemas orais, mas que a maioria pode ser evitada por meio de uma higienização oral correta feita diariamente.

De acordo com estudos na área odontológica, os problemas que podem surgir em decorrência do uso da máscara no rosto por muito tempo, devido a alteração na mucosa ou mesmo ao fluxo salivar que podem ocorrer, são:

  • Erosão dentária; 
  • Formação de placas;
  • Halitose;
  • Cárie.

Isso acontece porque a máscara acaba entrando em contato com diversas bactérias da boca, ao mesmo tempo que estão presas entre a cavidade bucal e o acessório. 

Ou seja, as bactérias acabam ficando alojadas entre a boca e a máscara, correndo o risco não só de retornar à cavidade bucal como se proliferar. Principalmente por isso, o mau hálito é frequente para quem utiliza o acessório durante muito tempo. 

Além disso, quando se usa a máscara, na maioria das vezes, as pessoas tendem a respirar pela boca ao invés do nariz, o que faz com que a cavidade bucal fique ressecada e mais propensa ao aparecimento de cáries dentárias e demais problemas bucais.

Apesar disso, existem algumas formas eficientes de prevenir esses problemas bucais que podem ser intensificadas pelo uso de máscara. Confira algumas dicas:

  1. Higienização bucal e facial

Para quem precisa utilizar a máscara por um longo período, o mais recomendável é, primeiramente, garantir uma maior frequência e atenção na higienização bucal. Ou seja, aumentar a frequência da escovação e utilizar os itens corretos para isso, como creme dental com flúor e escovas com cerdas macias.

Realizar o bochecho e o uso do fio dental também são processos fundamentais nesse momento e complementares à escovação, prevenindo a ação e o acúmulo de bactérias por um longo período. 

Isso serve principalmente para quem utiliza o aparelho dental invisível, pois o procedimento ortodôntico pode facilitar que resíduos alimentares fiquem presos. 

Inclusive, no caso do modelo removível, é preciso ainda mais atenção ao usá-lo na rua, por conta dos cuidados em relação à higienização da estrutura e sua remoção.

Isso significa que quem utiliza o procedimento ortodôntico móvel, ao se alimentar, precisa remover a estrutura e se atentar ao uso de produtos adequados para sua limpeza, principalmente nesse momento para não levar bactérias à boca, já que a estrutura será devolvida a esse espaço.

Além disso, é preciso ter cuidado também com a forma que se armazena o aparelho invisível ou móvel, de modo a carregar uma estrutura para que possa ficar guardado no momento da alimentação, por exemplo.

Em relação à máscara, também é preciso armazená-la durante a refeição. Para isso, o ideal é aproveitar esse momento para o respiro sem a proteção e colocá-la em uma bolsa própria.

Também é indicado levar uma troca do item, podendo fazê-lo após a refeição e higienização da cavidade, reduzindo o contato com vírus e bactérias.

Após o retorno para casa, é necessário fazer a higienização da face corretamente para evitar que o tempo em que o rosto ficou coberto facilite a inflamação de espinhas, por exemplo.

  1. Hidratação frequente

Conforme visto anteriormente, o uso da máscara acaba estimulando a respiração bucal, principalmente daqueles que já apresentam essa propensão.

Com isso, a cavidade se torna mais seca, alterando o fluxo salivar e ph da mucosa, o que pode ocasionar a proliferação de bactérias e, consequentemente, inflamações diversas.

Por isso, de modo a estimular a hidratação e manter o equilíbrio da cavidade, indica-se que a água seja ingerida regularmente no decorrer do dia, também favorecendo a salivação. Assim, também é possível oferecer um certo descanso à face e boca do uso do material.

O indicado é apenas se atentar ao local em que a remoção da máscara e a ingestão da água são feitos, bem como fazer essa ação apenas após a higienização das mãos para não levar a contaminação ao tecido de proteção.

  1. Evitar o açúcar

Outro fator importante que precisa ser destacado é que a alimentação também afeta a saúde bucal, seja de forma positiva ou negativa.

Como ocorre independentemente do uso da máscara, os alimentos açucarados e ricos em carboidratos podem estimular a proliferação de bactérias e a ação da corrosão da estrutura dental. 

Assim, em um ambiente em que esse processo é ainda mais favorecido, sendo intensificado até pelo calor da máscara, é preciso redobrar os cuidados para que doenças bucais não aconteçam.

  1. Evitar alimentos pigmentados

Além do açúcar, os alimentos pigmentados também podem escurecer ou manchar os dentes, fatores também intensificados pelas mudanças que acontecem na mucosa com o uso da máscara.

Assim, para aqueles que sofrem com esse problema de alteração na coloração dos dentes ou mesmo que queiram alinhar o sorriso após esse período, principalmente pelo incômodo que pode surgir pelas mudanças, é possível procurar um consultório odontológico para saber quanto custa lente de contato dental e encontrar uma forma viável de melhorar a qualidade do sorriso.

No entanto, antes de qualquer procedimento estético, a saúde e funcionalidade dos dentes devem ser prioridade.

Portanto, se algum paciente quiser alinhar o sorriso ou melhorar a coloração dos dentes, mas tem alguma parte da arcada dentária comprometida ou a saúde bucal precisa ser melhorada, procedimentos prévios podem ser necessários.

Inclusive, em casos mais extremos, em que a perda dentária ocorreu, sendo ou não agravada pelas inadequações dos cuidados durante o uso da máscara, será preciso tratar o local e, posteriormente, fazer a colocação de um implante dentário

  1. Não deixar de consultar o dentista

A frequência ideal que se deve consultar um dentista é a cada seis meses, de modo que ele possa acompanhar o andamento da saúde bucal ou mesmo procedimentos que estão sendo realizados, desde que não exista algum quadro específico que demande vistas mais próximas.

Durante este tempo de pandemia, há recursos tecnológicos para que, mesmo online, a consulta odontológica seja feita e a manutenção de uma boa saúde bucal garantida.

Isso porque dúvidas sobre a cavidade podem ser sanadas a distância, trazendo segurança aos pacientes que demandem atendimento presencial, que também precisam ser mantidos para preservar a saúde geral, principalmente após indicativos de que a saúde bucal e o coronavírus também podem se relacionar. 

Assim, é preciso ressaltar que as consultas odontológicas devem ser mantidas e há diversos cuidados que podem ser adotados, como o próprio uso da máscara, que preservam a integridade dos pacientes e profissionais sejam em procedimentos estéticos como a lente de contato dental ou mesmo durante a profilaxia.

  1. Utilização de máscaras higienizadas

As máscaras devem estar devidamente higienizadas para o uso. 

Portanto, se ela for de pano, depois de utilizada, o recomendável é lavá-la com sabão e deixar secar para poder usá-la novamente. 

É importante salientar que não se deve repetir o uso da mesma máscara quando suja ou muitas vezes, pois ela já não será tão eficiente para o combate à Covid-19 e porque é extremamente prejudicial à saúde bucal também, pois as bactérias presentes ali acabam tendo acesso facilitado ao organismo.


Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Lógica de Mercado, uma rede de conteúdos para alavancar negócios e proporcionar mais qualidade de vida e saúde.

Link da imagem: https://br.freepik.com/fotos-gratis/pessoa-usando-equipamento-de-protecao-com-espaco-de-copia_12353044.htm