O que é odontologia estética e qual a sua relação com a saúde bucal?

A odontologia estética já se tornou uma febre nos consultórios. Isso porque os resultados são muito significativos para a harmonia da face e sorriso, bem como para a saúde; tendo procedimentos práticos e acessíveis. 

Além da aparência do sorriso no rosto, esse tipo de tratamento contribui para um melhor funcionamento dos dentes.

Os procedimentos estéticos são capazes de restaurar a arcada dentária, alinhar o sorriso, e até modificar a aparência facial, como a bichectomia faz junto a aplicação de botox. 

Garantir dentes bonitos, brancos e bem alinhados é o sonho de um sorriso perfeito. 

Inclusive, isso pode influenciar diretamente na saúde emocional de uma pessoa. Pessoas com problemas nos dentes, geralmente, sentem resistência em abrir um sorriso ou mesmo se comunicar, por falta de confiança, algo que pode atingir drasticamente a autoestima.

Por isso, existem esses recursos de alta tecnologia, dentro da odontologia, que podem contribuir para esse tipo de situação, seja melhorando a funcionalidade e/ou a estética, bem como os aspectos relacionados à autoimagem.

A lente de contato dental, por exemplo, consegue melhorar ambos ao mesmo tempo, do mesmo modo que o próprio implante é crucial para a mastigação, fala e ampliação das relações sociais, reduzindo incômodos.

Neste artigo, serão colocados os principais procedimentos estéticos, mostrando quais são os menos invasivos e eficientes, os mais confortáveis e os que levam menos tempo, destacando seu uso, cuidados e benefícios.

Aparelho ortodôntico transparente

O aparelho ortodontico transparente é um artefato da odontologia estética que tem o objetivo de corrigir o posicionamento de um ou mais dentes e má oclusão do paciente. 

No entanto, a vantagem desse procedimento é que ele não causa um grande impacto na aparência, pois ele não utiliza fios de metal e sim estruturas transparentes, como os braquetes, suavizando o impacto da estrutura.

Além disso, existe o modelo invisível, que pode ser retirado nos momentos de limpeza e alimentação. 

Lente de contato

A lente nos dentes é um procedimento que altera a arcada dentária, tanto em sua aparência quanto em sua função. Assim, ela consegue preencher os espaços dos dentes, deixando o sorriso alinhado por meio da colocação de facetas sobre a superfície dental.

Além disso, as lentes de contato conseguem alterar mais aspectos da arcada dentária, como:

  • Coloração dos dentes;
  • Aumentar o comprimento dos dentes;
  • Aumentar a largura dos dentes;
  • Preencher espaços entre as estruturas.

Clareamento dental

O clareamento dental é um procedimento odontológico prático e de fácil acesso que pode deixar os dentes até sete vezes mais brancos e, por isso, são tão procurados nas clínicas odontológicas. 

Existem dois tipos de clareamento dental: laser e o formato de clareamento dental com o moldeira

Enquanto o primeiro tratamento é feito no consultório do dentista, com cerca de 60 minutos de duração, usando o produto clareador e o laser para clarear. 

Já o segundo, com moldeira, pode ser feito em casa e por meio do uso de uma moldeira impressa em 3D.

Facetas de porcelana

As facetas de porcelana são uma das inovações mais procuradas dentro da odontologia estética. 

Esse procedimento é muito vantajoso, pois é minimamente invasivo ao mesmo tempo que pode mudar significativamente o sorriso do paciente com apenas poucas idas ao consultório para as sessões.

Cada sessão dura cerca de duas horas, com anestesia local. Para colocar as facetas é preciso desgastar um pouco o esmalte dos dentes.

Após as facetas aderirem à região, não há como diferenciar mais o procedimento do dente natural. E mais, elas se modificam de acordo com a cor e o formato do sorriso do paciente.

Implante dental

O implante dental é a melhor escolha para quem quer ou precisa repor um ou mais dentes na boca. 

Feito de um pino de titânio, o implante é fixado no osso da mandíbula ou da maxila por meio de uma cirurgia. 

A principal função do implante dental é substituir a raiz do dente perdido, servindo de suporte para uma prótese. 

O índice de sucesso desse procedimento odontológico é muito alto e, ao mesmo tempo, ele é muito vantajoso para recuperar a harmonia do sorriso no rosto e para a mastigação.

Harmonização facial

A harmonização facial é ideal para quem quer equilibrar os traços e deixar o rosto proporcional em sua aparência, buscando uma maior harmonia entre os lados da face e a função estética do sorriso e face como um todo.

Bichectomia

A bichectomia é uma cirurgia para retirar parcialmente a gordura das bochechas, a fim de reduzi-las. 

O procedimento faz com que as maçãs do rosto e a linha da mandíbula fiquem mais aparentes, causando a impressão de um rosto mais fino e alongado, reduzindo o aspecto infantilizado que pode causar.

Inclusive, esse procedimento odontológico não tem apenas a função estética, apesar de ser seu principal objetivo.

Isso porque, com a bichectomia, o paciente evita morder as bochechas pelo excesso de volume, evitando feridas, dores e infecções.
Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização.

https://br.freepik.com/fotos-gratis/menina-bonita-sentada-no-consultorio-do-dentista_4382141.htm#page=1&query=pessoa%20no%20dentista&position=16

COMO COMEÇAR NO VEGETARIANISMO

Por diversas razões muitos vem aderindo ao vegetarianismo, estima-se que nos últimos anos cerca de 14% da população se tornou adepta. Provavelmente a maior dúvida sempre é como começar o processo de vegetarianismo. Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para te ajudar no seu processo. 

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é diet-protein-cooking-indoors-vegan-re.jpg

Vale lembrar que é preciso antes de tudo, buscar um aconselhamento nutricional, pois não basta simplesmente começar a consumir legumes e vegetais, e sim, entender quais nutrientes fazem falta ao seu organismo e quais são as substituições inteligentes para encontrar os mesmos nutrientes em alimentos de origem vegetal. Seguindo isso, é possível manter uma alimentação vegetariana ou vegana preservando a sua saúde com um cardápio variado combinando legumes, verduras, leguminosas e frutas. 

Entenda o vegetarianismo 

O vegetariano é uma pessoa que segue uma dieta alimentar sem produtos de origem animal, incluindo carnes, peixes e também produtos processados que contenham ingredientes de origem animal (como as massas preparadas com ovo, por exemplo).

Muitos estudos mostram que ser adepto ao vegetarianismo pode trazer inúmeros benefícios para a saúde como: 

● Reduz o risco de desenvolver câncer (doença bastante associada ao consumo de carne, embutidos e produtos lácteos); 

● Previne as doenças do coração, sobretudo porque os alimentos vegetais não contém colesterol nem gorduras saturadas; 

● Controla a hipertensão e nivelar os níveis de sódio no sangue; ● Reduz o risco de osteoporose, cálculo biliar e renal; 

● Ajuda a reduzir a diabetes tipo 1 e tipo 2 por controlar melhor os níveis de açúcar no sangue. 

Como começar 

Não existe exatamente um método ou processo ideal para se tornar vegetariano, cada organismo tem um ritmo de adaptação diferenciado. É importante antes de tudo se questionar sobre sua motivação para o processo, e se realmente você está pronto para se tornar vegetariano. Uma dica importante para o começo, é conciliar a alimentação vegetariana com não vegetariana de forma e gradativamente deixar de consumir certos alimentos de origem animal. Por exemplo, muitas pessoas deixam de comer primeiro as carnes vermelhas e consomem apenas as brancas como frango e peixe. O próximo passo é comer somente uma das opções, e ir encontrando alimentos para substituição até finalmente se adaptar completamente. 

Procurar alternativas vegetais aos seus cardápios habituais e estar atento ao rótulo dos alimentos que costuma consumir, pois muitos incluem ingredientes de origem animal sem sabermos, é outra boa dica para prestar atenção nesse processo. 

Montamos aqui uma lista de alimentos que os vegetarianos podem consumir e seus benefícios: 

Verduras: contêm muita água, minerais, vitaminas e fibras; 

Legumes: ricos em proteína e aminoácidos essenciais, se combinados com cereais (por exemplo: arroz e quinoa). 

Grãos germinados e brotos: concentram muitas das vitaminas que o corpo necessita, além de minerais e enzimas; 

Frutas: contêm fibra, vitaminas (sobretudo antioxidantes), açúcar saudável (frutose) e água; 

Cereais (de preferência integrais): por serem carboidratos completos e de absorção lenta são uma importante fonte de energia, vitaminas, minerais e fibra; 

Tofu, seitan e tempeh: tidos como principais fontes de proteínas e podem substituir a carne e o peixe em vários pratos; 

Cogumelos: importante fonte de proteína, minerais e vitamina D;

Frutos secos e sementes: são ricos em gorduras saudáveis, vitaminas, minerais, fibras, proteínas vegetais e carboidratos completos; 

Óleos vegetais e de sementes: não contêm colesterol e são ricos em ácidos graxos essenciais e vitaminas; 

Leites/bebidas vegetais: alternativas inteligentes ao leite de vaca, sem lactose e ricos em vitaminas, minerais e gorduras saudáveis. 

Esperamos que estas informações te ajudem a seguir num caminho cada vez mais saudável e leve. Se você já passou pela transição do vegetarianismo, conta aqui pra gente como foi, sua dica também pode ajudar alguém. 

Referencia imagem da postagem: 

https://www.freepik.com/free-photo/diet-protein-cooking-indoors-vegan_1102324.htm